ESPERANÇA.

Espero que a morte
Ao vim me buscar
Saiba o canto certo
Para me levar;
Estou sempre pronta;
Ela a esperar;
E num dia ‘lindo’
Sol de primavera
Ela vai chegar;
Que não seja triste
O meu dia H
Pois tenho certeza,
Que a tal tristeza
Vai te acompanhar.
Mas faço um convite...
A dona saudade,
Peço de verdade
Venha te encontrar,
Para que o choro
Seja de mansinho
Como a consolar,
Na grande certeza
Que num outro ponto
Além do horizonte
Deus comigo estar

Gilvanete

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PIADA